FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Desafiar o destino



Estava há alguns meses a jogar no Sporting Clube Portugal, era búlgaro e a vida profissional não corria muito bem. Não marcava golos, nem fazia boa exibições.

Num jogo com pouco interesse competitivo contra o Moreirense, contrariou as definições do treinador, quando empurrou um colega de equipa  para que fosse ele a marcar uma grande penalidade. Falhou.

Mais tarde, disse numa conferência que "Foi o destino que decidiu.".

Eu acho que Bojinov quis forçar o destino.

Quis perceber se valia a pena, ou não, continuar a jogar entre os Leões. O destino disse-lhe que não. Soube perguntar, como quem, há 2000 anos, perguntava ao Oráculo de Delfos. Soube escutar a voz dos deuses.

Foi dispensado do clube sem honras nem glória. Mas cumpriu-se o destino sem delongas.

2 comentários :

Paris Toujours disse...

Diria o destino de um dos 7 pecados Mortais: A avareza.

Garota disse...

Ele chama-lhe destino. na minha terra chama-se estupidez! Vá-se lá entender estes "estrangeires"!!!

_