FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Esperar

Espero contra toda a esperança.
A avenida que vejo já não existe.
Só um pássaro negro ficou
e  pia, pia, pia estridente e metálico
como se também ele soubesse.

Espero contra toda a esperança
e por mistério é isso que me anima.



Sem comentários :

_