FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Cara e coroa

Quem afinal lhe iluminou o caminho ?

O caminho que ele ainda pisa a medo com os seus pés mudos 
e que entrevê  com dificuldade entre a poeira que esconde
o seu destino de caminhante cabisbaixo.


Foi um pássaro azul fluorescente que lhe saiu do peito 
ou  uma coruja feita apenas de vento que do pensamento lhe avoou?



2 comentários :

Paris Toujours disse...

prefiro a coruja, o seu mistério, a sua subtileza.

Encantadora Lusitana disse...

Seja qual for a ave, a iluminação foi tão forte que deu em sumiço.
Para quando um novo post, amigo Luís?

_