FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

madrugar

















Que em todas as manhãs do mundo,
regressasse à terra uma sinfonia de borboletas
e das suas asas viesse a luz inventar as novas cores antigas
e da escassez com que se faz a sede
viesse um riacho gordo entrar-nos pela a vida adentro


Sem comentários :

_