FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

terça-feira, 11 de outubro de 2011

O elogio da loucura:"Mad men"





Mad Men é uma série televisiva norte-americana de qualidade arrebatadora. Um género de ficção possível, mas impossível para o comum dos mortais. Há na  indole de Don Draper (Jon Hamm), o protagonista da série,  uma loucura saudável que nos faz inveja. Imaginamos que uma atitude  nossa  seria suficiente para inverter a nossa inerte realidade pessoal. Don surpreende-nos ao inventar e realizar esses  actos inesperados (mas humanos e geniais). E nós surpreenderíamos  Don (ou talvez não), se ele fosse real e nos olhasse de cima como um deus, por razões exactamente inversas.

Como escreveu Jean-Paul Sartre : “Estamos condenados à liberdade. “. Porém o livre arbítrio atrapalha-nos e ficamos com medo de existir. Don Draper ultrapassa este obstáculo ainda que seja apenas num guião, numa mitologia moderna - que ao contrário das tragédias gregas até acaba bem e tem várias temporadas.

Sem comentários :

_