FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Um encontro






Por mais que lhe tentemos fugir, o destino se encarrega de marcar um novo encontro com Ele. De nada vale negá-lo definitivamente, ainda que momentaneamente, e sem má fé, achemos conveniente fazê-lo – como o apóstolo Pedro o fez.

Enfrentemos a sua verdade, onde quer que ela esteja: No sagrado, no mistério ou na ciência. Sendo esta última hipótese, aquela em que acredito que Ele guardou os seus eternos desígnios.

Todos os caminhos para Deus são apenas começos, partidas para uma viagem que só cada um de nós conhece intimamente a direcção e o sentido.

Senhor, sei que estás no amor do filho, no companheirismo da mulher ou nos instintivos olhos dos animais. Afinal, tu não escondes o teu rosto!

Encontramos-te com maior facilidade nos momentos difíceis e por isso te chamamos Pai. Queria encontrar-te também nos momentos felizes. Juntar a palavra Deus e Alegria, devia ser a nossa obrigação para ti, Senhor. A alegria nos momentos difíceis é a maior celebração da fé. A felicidade é ténue e jamais encontrei com clarividência a sua presença na realidade. A alegria, sim. Está contigo por todo o lado: nos cumprimentos matinais, no salutar humor, no trabalho e na vitória.

Tenho a certeza que quando acreditarmos na alegria de Deus entraremos de mãos dadas, cantando, pela morte adentro.

1 comentário :

marga disse...

que bonitas palabras.

_