FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O ator que não sabia fingir

Lembras-te da aflição do ator que não queria fingir ?
Se até o gafanhoto finge a sua estupefacção,
o que será do ator sem o  sortilégio da representação ?
Será apenas um provocador que
- retirando máscara a máscara
até ao limite de ser um cais de pedra -
aprendeu apenas a atracar navios
e a fazer partir uma  aragem de vontade.

2 comentários :

Luis disse...

ou como dizia (mais ou menos) o outro,
um ator não finge, durante aqueles momentos é outro

(digo eu, sei lá)

Luís Palma Gomes disse...

Dizes bem. Um outro que é ele também.

_