FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Alerta

E se os outros te pedirem para te tornares uma má pessoa  ? E se te coagirem ? Os soldados devem sentir a mesma angústia quando lhes pedem para matar outros soldados.

A alguma experiência que tenho, diz-me que não devemos ceder um milímetro ao mal e nem sequer podemos mais tarde evitar o seu retorno. 

3 comentários :

Paris Toujours disse...

vou falar de algo que não conheço bem,
no que diz respeito aos soldados julgo que deve ser dificil, doloroso, marcante, traumático. Mas mesmo assim, muitas vezes , e como disse acima, estou a falar do que não conheço bem, deve ser uma maioria das vezes que lhes pedem que sejam maus com alguem que nunca viram, num pais diferente, etc...será que isto faz alguma diferença? talvez sim.
no que diz respeito a outras circunstâncias, pedirem-nos para sermos maus para os que estão próximo, que conhecemos, muitos como familia, outros que são familia, para irmos contra aquilo que nos caracteriza, para ferir, estragar , aliciarem-nos a ser uma má pessoa, minar um ambiente, isso é diferente, não podemos ceder, não e não.

tintanobolso disse...

E se eu próprio me pedir, por uma questão de sobrevivência, para ser uma má pessoa? Que fazer?

São melhores os conflitos internos ou os que são impostos?

Luís Palma Gomes disse...

Eu diria que mais valia não "sobreviveres", mesmo atendendo à relatividade do conceito. Caso contrário, vais viver o inferno na terra. Porque iniciaste um caminho e uma solução maligno e regressar pode ser difícil.

Quanto à segunda pergunta, eu responderia de "caras", os que nos são impostos. Os internos dormem connosco toda a noite.

_