FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

terça-feira, 26 de maio de 2015

Sebastião "Ulisses" Salgado

O Sebastião Salgado representa para mim o Ulisses dos tempos modernos.  Foi combater na “Guerra de Tróia”, levando a sua câmara fotográfica como arma. Nos combates, para mostrar ao mundo outros mundos, foi obstinado e destemido: Sahel, Ruanda, Serra Pelada, Ártico, Balcãs e muitos outros locais. Cansado da alma, como ele o próprio afirma, no documentário “Sal da Terra”, regressa à sua Ítaca, ou seja à fazenda dos seus pais. Naquele momento, completamente desarborizada e sem vida. Ele e a mulher, Leila, decide replantar aquele lugar com três milhões de árvores de cem espécies diferentes, todas elas pertencentes ao biótipo da “Mata Atlântica” brasileira. É um projecto com avanços e recuos, naturais de quando falamos em organismos vivos. Hoje aquele lugar é uma floresta esplendorosa, com árvores que atingem o seu auge aos 400 anos de vida. Salgado procurou e descobriu uma metáfora forte para representar a eternidade.


1 comentário :

Paris Toujours disse...

acho um trabalho maravilhoso, é de certeza um ser humano fenomenal.
adoro as fotos.

_