FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Parabéns, Ruy

Ruy Belo fazias hoje 82 anos e por isso queria dizer-te o seguinte:

Caro Ruy,

Eu andava acamado na poesia que lia, 
repetia repetia e tudo era apenas somente.
Depois o Mário (Viegas) falou-me da tua presença
já ausente. 
Desci ao poço, subi à ladeira.
Levantei-me da longa convalescença
e afastei alguma poeira
que repousava infantil sobre os teus livros talhados a canivete.

Li-te e pareceu-me que também tu andavas entre Deus ausente.
Felizmente, encontrei-O de calça arregaçada pela beira-mar.
Desse mar que era só teu.
E doeu, às vezes,
quase sempre,

mas valeu, Ruy, se valeu…



2 comentários :

Anónimo disse...

Gostei muito. O poeta merece. Também aprendi muito com o Mário Viegas de quem sou fã incondicional. Ouvir dizer bem poesia é muito enriquecedor. Há textos que às vezes só lidos não nos dizem tanto e bem ditos entram cá dentro.

Paris Toujours disse...

e eu que sorte tive, que no dia do seu aniversário recebi um livro de poemas dele.
Mas que sorte!
Obrigada por me dares a conhecê-lo melhor.

_