FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

domingo, 28 de outubro de 2012

Novembro



Se há castanhas, tons de castanho, romãs, filmes ao fim da tarde, gaios, faunos, compotas, bosques e chuva e nozes e um cheiro a madeira. Se há tudo de um quase nada, para que servem  verbos,  adjetivos e sobretudo sujeitos. Esses elementos ambiciosos e tão opostos ao estado vegetal dos crepúsculos de novembro. 

Sem comentários :

_