FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Visão

Hoje sonhei contigo, que fazíamos amor. Estavas sentada sobre mim; teu tronco erguido; tua zona púbica colada no meu pénis; o meu corpo náufrago sob o teu, vestuto e carnal, como se fosses naquele momento uma amazona de amor somente.

E assim, eu, casco, tu, vela, navegávamos no leito do nosso leito. E o teu suor, teu odor jovem eram o meu êxtase,  a minha cura, a escada ascendente que me levava de um passado símio até ao esplendor humano.

Tudo isto, ao longe, nas trevas, sob uma luz timidamente perpétua. 

Sem comentários :

_