FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

A tela de Pénelope



Enquanto espera que Ulisses, seu esposo, regresse da guerra de Tróia, a bela Penélope vê-se assediada por inúmeros candidatos ao lugar deixado vago por ele. Penélope quer esperar por Ulisses, mas sabe que ao rejeitar os candidatos, ao lugar dele, sem um bom argumento, ganha inimigos e perderá a esperança que ela mesmo alimenta. Assim exposta ao risco de ser obrigada a casar de novo pelo seu pai, Ícaro,  Penélope começa a bordar  uma tela para o caixão de Laertes, o seu sogro  que entretanto morrera. De dia borda a tela e de noite desfaz o que bordou. Com o argumento de bordar um artefacto tão sagrado, não há candidatos que se atrevam a pedi-la em casamento. 

Sem comentários :

_