FAZ-TE MEMBRO DESTE BLOG E RECEBE NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS POSTS

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Horas marcadas

Não procures mais. 

As horas estão marcadas.

Escorregamos para elas, centrípetos. 

Um camisa apertada

impele-nos para o ralo

que nos chupa e cuspe depois

para  a insónia

de uma noite sábia.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Mau tempo

Por enquanto, a gata naufraga  num refugo de Sol. Insolente, desperdiça a vida, vivendo-a. Saberá ela que tem sete?

Uma cerca de nuvens conspira a restauração da sombra. O vento ladra nas persianas. Os pássaros leram nas folhas dos ulmeiros a tempestade. E partiram aos bandos para o azul mais alto que há nos primeiros quadros de um pintor esquecido. 

Quando pressentes a noite ao meio-dia, já sabes, que é inverno. E mesmo que, em pijama, te banhes numa caneca de chá e te seques depois na margem dos biscoitos, o mau tempo recorda-te que és carbónico e pouco mais do que isso.




quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Sacerdote pessoal

Tinha medo de morrer

e de viver.

Acordava morno.

Bebia sempre leite com café pela manhã.

E quando as aves partiam para sul,

recolhia aos aposentos.

Sentado nas memórias,

ligava a TV

para ver os vivos e os outros.


Quando as aves regressavam,

acendia o fogareiro.

Depois chamava Neptuno e as Bacantes

e oferecia-lhes a imolação da prata

que havia nas escamas das sardinhas.

_